A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Início / Destaque / França proíbe palavras “mãe” e “pai” em documentos escolares

França proíbe palavras “mãe” e “pai” em documentos escolares

Assembleia Nacional da França aprovou emenda onde documentos escolares deverão se reportar aos pais apenas como “Pais 1” e “Pai 2”.

As escolas na França deverão substituir as palavras “mãe” e “pai” por “Pai 1” e “Pai 2” nos documentos escolares oficiais franceses. A emenda foi aprovada no Parlamento como parte da lei “Escolas de Confiança” do país, com o argumento de “reduzir a discriminação enfrentada por pais do mesmo sexo”.

Considerada a serviço da ideologia de gênero, que avança no país, a proposta encontra adversários até dentro do governo federal.

O texto da emenda diz: “Para evitar a discriminação, a matrícula escolar, os registros de classe, as autorizações parentais e todos os outros formulários oficiais envolvendo crianças devem mencionar apenas os pais 1 e 2”.

De acordo com Valérie Petit, parlamentar do partido Republique en Marche (REM) do presidente Emmanuel Macron, “esta emenda visa enraizar a diversidade da família das crianças nas formas administrativas apresentadas na escola”.

No entanto, o ministro da Educação de Macron, Jean-Michel Blanquer, se opôs à lei, dizendo que se tratava de um aumento legislativo.

A medida ainda pode ser rejeitada pelo Senado da França, mas voltará à Assembleia Nacional para uma leitura final. No ano passado, o governo da Alemanha aprovou uma lei que permite um terceiro gênero no registro de nascimento. Os bebês podem ser inscritos em registros como nem masculinos nem femininos, mas como “diversos”.

FONTE: Voz da Metropole

Sobre bruna

Veja também

Recicla Ceres: Prefeitura inicia a implantação do programa de coleta seletiva no município

“Meio Ambiente, direito de ter, dever de cuidar”, com essa premissa a Prefeitura Municipal de …